Mato Grosso, Segunda-feira, 6 de Julho de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

28/06/2020 | 11:12

Batida de frente entre carro e carreta mata universitária e deixa 2 em estado grave

Acidente aconteceu na região conhecida como Serra do Tapirapuã, MT-358, rodovia que liga Tangará da Serra a Nova Olímpia

Maju Souza / Repórter MT

A universitária Jheniffer Rosset, de 23 anos, morreu em um grave acidente de trânsito durante a noite desse sábado (27), após o carro em que estava bater de frente contra uma carreta na região conhecida como Serra do Tapirapuã, na MT-358, rodovia que liga os municípios de Tangará da Serra e Nova Olímpia (241 e 205 km, respectivamente da Capital).
 
No veículo ainda estavam mais dois ocupantes, identidades não divulgadas, que foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados em estado grave à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra.
 
O motorista da carreta teve apenas escoriações leves pelo corpo e não foi necessário encaminhamento médico.
 
A Polícia Militar (PM) atendeu ao chamado. Os militares comunicaram o fato à Polícia Civil e Perícia oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.
 
Os policiais conversaram com o caminhoneiro e este teria relatado que o motorista do carro de passeio teria perdido o controle da direção, invadido a contramão e batido de frente contra o veículo pesado.
 
Uma testemunha teria confirmado essa versão dos fatos, porém, acrescentado que o carreteiro estaria trafegando em alta velocidade, contribuindo para o acidente, já que devido à velocidade não haveria tempo para uma manobra de desvio ou freio.
 
Os policiais civis acompanharam os trabalhos da perícia, que analisaram as condições em que o corpo da universitária foi encontrado e ainda periciaram os veículos envolvidos e a região do acidente colhendo informações que apontem as circunstâncias do fato e comprovem o que teria feito o motorista do carro perder o controle e invadir a pista contrária.
 
Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que vai determinar a causa clínica da morte, antes de o corpo da jovem ser liberado para os procedimentos fúnebres junto à família.
 
Os policiais civis coletaram informações preliminares da perícia, informações de testemunhas e encaminharam o caminhoneiro à delegacia, onde um inquérito foi aberto para averiguar as causas e responsabilidade do acidente, para prestar maiores esclarecimentos do fato.
 

Redes Sociais

Youtube
Sitevip Internet